sábado, 19 de abril de 2014

Borrego assado no forno à Alentejana

A carne assada lentamente fica suculenta, deliciosa! Faço borrego, cabrito e cordeiro de mil e uma maneiras, todas elas me deleitam, mas os assados... 

Borrego+à+Alentejana

Cabrito+Assado


Ingredientes:
  • 1 kg de carne de borrego ou cabrito
  • Batatas q.b.
  • 1 cebola grande
  • 4 dentes de alho
  • 1 dl de azeite
  • 2 folhas de louro
  • 1 dl de vinho branco
  • 2 cravinhos
  • 3 tiras de entremeada
  • Sal e pimenta e colorau q.b.

Preparação:
  1. Arranje a carne com o cuidado de lhe retirar os sebos e o bedum.
  2. Tempere a carne com sal, os alhos picados, o colorau e regue com o vinho branco, adicione os cravinhos e o louro e deixe a marinar de um dia para o outro.
  3. Coloque a carne num tabuleiro de ir ao forno e adicione o azeite, a cebola cortada em gomos, um pouco de pimenta e a entremeada cortada em pedaços.
  4. Asse lentamente em forno pré-aquecido.
  5. A meio da cozedura junte batatinhas.
  6. Vá regando o assado com o molho da carne.

Bom apetite!

8 comentários:

  1. Ficou mesmo com ar de Páscoa! Confesso que não é das minhas carnes preferidas, mas como. Aliás eu como de tudo... tenho uma boca santa :)
    Não me importava de provar... se calhar até ficava fã.
    Uma boa Páscoa para ti e para os teus
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é...esta carne tem segredo para não ficar a saber a "borregum" como se costuma dizer. Dá um trabalhão tirar as gorduras que lhe dão mau sabor, mas compensa. Conheço várias pessoas que dizem que não gostam de borrego, mas quando o comem bem feitinho dizem "Deste gosto!". He he he!
      Boa Páscoa também para ti e todos os teus :)
      Bjs

      Eliminar
  2. Faço minhas todas as palavras da Pimentinha :) Nâo sou fã de nenhuma dessas carnes que referes, nunca as cozinho nem como mas tenho uma boca santa também ;) hehe sou um ótimo garfo e confesso que esse aspeto do teu assado me deixou com vontade de provar :)
    Beijinhos e um bom fim de semana de Páscoa *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respondo-te o mesmo que à Pimentinha. Eu sou suspeita porque tenho muitas costelas alentejanas, mas penso que quem prova borrego ou cabrito bem cozinhado, é raro não se render a esta iguaria.
      Mas é claro que respeito os gostos pessoais de cada um ;)
      Beijinhos e uma Páscoa Feliz para ti e todos os teus :)

      Eliminar
  3. Olá :)

    Pois contrariamente às amigas Pimentinha e Vânia, eu adoro as 3 carnes que enunciaste e ainda lhe acrescento a carne de cabra (de onde se faz a tradicional chanfana, prato típico da terrinha do Pai) ! :)
    É como dizes, há segredo e técnica na preparação da carne, antes de a confeccionar e, sabendo-se, pois ficam pratos irresístíveis tal como este teu ficou !
    Aliás, só pelas cores, já me sento à mesa contigo ! :)
    Serves-me por favor ? ;)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isabel!
      Fico muito satisfeita por me entenderes e por estes teus gostos irem de encontro aos meus :)
      Devo dizer-te que também já tive a felicidade de comer, várias vezes, a tradicional chanfana que referes. Tenho uns amigos que são duma zona onde este prato é tradição. Adoro!
      E acredita que será um prazer se um dia te tiver sentada à minha mesa!
      Um beijo grande

      Eliminar
  4. Olá!
    Dou por mim 3 anos depois de publicada a receita, numa busca de sabores de Páscoa da minha infância a encontrar esta receita que me conquistou logo pelas cores do assado (iguais às da minha mãe).
    Amanhã é Domingo de Páscoa e será o seu assado que farei para presentear a família, já que actualmente vivo no Brasil.
    Obrigada pela partilha!

    Boa Páscoa!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! Esta receita foi feita com base na da minha Mãe e é maravilhosa!
      Bjs

      Eliminar


Obrigada pela visita e por deixar o seu comentário!