sexta-feira, 25 de julho de 2014

Bulgur com Salmão e Camarões



Fiz este prato sem seguir uma receita específica. Tinha uma posta de salmão grelhado e um resto de legumes estufados que queria aproveitar. Tinha um pacote de bulgur por abrir, uns camarões no congelador e daí a pouco mais de meia hora estávamos a comer. Fiz à minha maneira, conforme me ia lembrando dos ingredientes que podiam ficar bem ia buscar e adicionava-os ao preparado. Por vezes gosto de cozinhar assim, sem planeamento prévio, ao sabor do que me passa pela cabeça no momento. O mais engraçado é que já depois deste repasto ter sido degustado, vi a Nigella Lawson fazer uma receita deste género com salmão, tomate e cuscuz. 
O bulgur é um alimento rico em fibras, tradicional nas cozinhas mediterrânica e sírio- libanesa, obtido a partir dos grãos de trigo pré-cozidos, secos e partidos. Espero que gostem!



Salada+Bulgur
 
Para 2 pessoas

100 g de bulgur
1 posta de salmão
12 camarões grandes
Legumes estufados (usei cerca 1/2 desta receita)
1 dente de alho
½ cebola
1 limão
Azeite, sal e pimenta q.b.
 
Bulgur+com+Salmão+e+Camarão

Bulgur
Bulgur

Coza o bulgur em água temperada com sal, um dente de alho esmagado e umas gotas de sumo de limão. Coza-o de acordo com as instruções da embalagem, o que geralmente significa o dobro do peso em água.
Quando cozido, escorra a água, separe os grãos com um garfo e reserve.
Coza os camarões em água temperada com sal e a cebola.
Quando cozidos retire-os da água, deixe arrefecer e descasque-os.
Tempere o salmão com sal, pimenta e sumo de limão e grelhe-o.
Depois de grelhado limpe-o de peles e espinhas e reserve-o.
Num prato de servir disponha o bulgur, os legumes estufados, o salmão em bocadinhos e os camarões.
Sirva temperado com azeite e umas gotas de sumo de limão.

Bom apetite!

domingo, 20 de julho de 2014

Bifinhos de Porco com Molho Especial



Os dias estão mais quentes, o sol insiste em brilhar e cada vez mais gente inicia o período de férias. O nervoso da multidão apressada deu lugar a muitos transeuntes de calções e máquina fotográfica que descontraidamente procuram a sua melhor fotografia, invadem as esplanadas e compram souvenirs.
 Enquanto as minhas férias não chegam, a minha azáfama habitual continua e, na minha cozinha, lá vai acontecendo uma coisa ou outra que partilho convosco com muito prazer.
Este prato foi inspirado nas receitas do Jamie Oliver. O molho, permite quebrar um pouco a monotonia do bifinho de porco que fazemos com frequência. 
Simplesmente delicioso, com um travo a férias! Foi assim que o definimos cá em casa. Espero que gostem!

Bifinhos+de+Porco

Para 2 pessoas

Molho
½ pimento (usei vermelho)
½ cebola vermelha
1 bolbo de funcho (pequeno)
1 maçã
1 colher de chá de pimentão-doce
2 folhas de louro
3 dentes de alho
1 colher de sobremesa de vinagre balsâmico
3 tomates maduros
2 colheres de sopa de polpa de tomate
Azeite q.b.

Carne
2 bifes de lombo de porco (cerca de 250 g)
Coentros q.b.
Sal, pimenta e azeite q.b.

Para acompanhar
Arroz basmati cozido em água temperada com sal
Salada a gosto q.b
Limão q.b.
1 iogurte natural magro

Lombinhos+de+Porco+com+Molho+Especial



Corte o pimento em tiras fininhas, a cebola e o funcho em lâminas. Reserve as folhas de funcho.
Corte a maçã em rodelas.
Deite um pouco de azeite numa frigideira, adicione os vegetais cortados em lâminas, a maçã, o tomate às rodelas fininhas, o pimentão-doce, o louro e o alho esmagado e com a casca.
Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar, mexendo para não deixar queimar.
Adicione o vinagre balsâmico e a polpa de tomate.
Retifique os temperos e deixe ferver.


Tempere os lombinhos com sal, pimenta e coentros picados e 1 fio de azeite e grelhe-os.

Tempere a salada com sumo de limão e um pouco de sal.
Disponha o molho numa travessa com os bifinhos, colheradas de iogurte, as folhas de funcho e umas folhinhas de salada.


Sugestão: Sirva com o arroz basmati cozido em água temperada com sal, salpicado com um pouco de pimentão-doce.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Bifes de Frango Recheados com Salada de Quinoa e Courgette




Esta refeição resultou da vontade de obter uma refeição deliciosa com uma boa conjugação de sabores e nutrientes e ao mesmo tempo variar a maneira de cozinhar os habituais bifes de frango. Um prato que se revelou muito adequado ao dia a dia, não muito moroso de confecionar com um sabor muito estimulante. A quinoa, ingrediente com grande aceitação cá em casa, deu-lhe uma nota muito especial. Espero que goste. Nós, por cá, adorámos!

Bifes+de+Frango+Recheados+com+Salada+de+Quinoa+e+Courgette

Salada+de+Quinoa+com+Courgette+Grelhada

Para 2 pessoas
2 bifes de frango
2 fatias de peito de frango (cortado grossinho)
2 fatias de queijo em barra
2 dentes de alho
1 folha de louro
Sal, azeite, sumo de limão, pimenta de moinho e pão ralado q.b.
 Para a Salada
100 g de quinoa
1 vagem de cardamomo
Sal, azeite e vinagre balsâmico q.b.
½ courgette

Salada+de+Quinoa+com+Courgette+Grelhada


Bifes+de+Frango+Recheados+com+Salada+de+Quinoa

Tempere os bifes com um pouco de sal, os alhos picadinhos, o louro, o sumo de limão e a pimenta moída no momento.
Deixe marinar cerca de 20 minutos.

Escorra a marinada e sobre cada bife coloque uma fatia de peito de frango e outra de queijo.
Dobre os bifes ao meio, no sentido do comprimento, deixando o peito de frango e o queijo no interior, como recheio.
Prenda os bifes com o auxílio de um palito, para os manter dobrados.
Passe-os por pão ralado e coloque-os num recipiente de ir ao forno.
Regue-os com um fio de azeite e leve ao forno pré-aquecido a 200º até estarem tenros e dourados.

Coza a quinoa em água temperada com sal e com as sementes de cardamomo.
Depois de cozida, o que demora cerca de 20 minutos, escorra a água e reserve, deixando arrefecer.

Corte a courgette em rodelas finas com a casca.
Tempere com sal e um fio de azeite e grelhe-as de ambos os lados.

Disponha a quinoa numa saladeira e tempere-a com azeite e vinagre balsâmico.
Mexa e adicione a courgette grelhada.

Bom apetite!

sábado, 12 de julho de 2014

Tosta de Abacate com Peito de Frango e Queijo




Apetece-lhe uma  refeição ligeira e deliciosa?
Então, esta receita é para si! 
Escolha o pão e o queijo que mais gosta e crie uma tosta de abacate ao seu gosto.
Eu adorei a minha!

tosta+de+abacate


Para 1 pessoa
1 fatia de pão que lhe agrade (optei por pão alentejano)
Azeite q.b.
1 rodela de tomate (grande)
1 fatia de peito de peru em forno de lenha
1 fatia de queijo em barra a gosto
½ abacate maduro
Sal, pimenta e sumo de lima q.b.


Tosta+de+Abacate+com+Peito+de+Frango+e+Queijo


Torre uma fatia de pão.
Salpique o pão com um fio de azeite.
Por cima coloque a rodela de tomate, a fatia de peito de peru e a fatia de queijo.
Descasque e parta aos bocadinhos meio abacate maduro e disponha-o por cima da tosta.
Tempere com uma pitada de sal e pimenta e com sumo de lima.
Finalize adicionando um pouco de azeite por cima.



Sugestão: Experimente adicionar 2 ou 3 folhas de manjericão à tosta e acompanhe-a com uma salada de alface, agrião ou rúcula.

Bom apetite!

sábado, 5 de julho de 2014

Tarte Merengada de Bolacha e Leite Condensado



Fim-de-semana merece um docinho. Aqui está uma tarte que costumamos degustar cá em casa. Com o passar dos anos passam parece que estou a ficar mais gulosa. Ou será impressão minha? Espero que gostem!


Para 8 porções

Base
250 g de bolacha Maria
100 g de margarina
1 ovo
Margarina e farinha para untar a forma

Recheio
½ lata de leite condensado e igual quantidade de água
4 ovos
1 limão
3 colheres de sopa de açúcar


Separe 6 bolachas e pique as restantes.
Junte a margarina e 1 ovo inteiro.
Amasse bem para obter uma massa compacta.
Unte a forma com margarina e polvilhe-a com farinha.
Coloque a massa, aos bocados, dentro da forma e espalhe-a com as mãos de modo a forrá-la de modo a que fique regular e lisa.
Misture 4 gemas com o leite condensado e a água, o sumo, a raspa do limão e as 6 bolachas esmagadas.
Bata muito bem e deite o preparado na forma de tarte forrada com a massa.
Leve a cozer 15 minutos no forno a 220º, para enrijar o creme.
Depois retire a tarte do forno e reduza a temperatura para 160º.
Bata as claras em castelo e, já no final, adicione o açúcar, aos poucos, continuando a bater até estarem bem seguras.
Espalhe as claras batidas sobre o creme, cobrindo toda a tarte e decorando-a a gosto.
Leve a acabar de cozer durante 25 a 30 minutos.
Deixe arrefecer e leve ao frigorífico.
Sirva fria.

Sugestão: Experimente adicionar, ao creme, 50 g de miolo de nozes picado em vez das 6 bolachas esmagadas.

Bom apetite!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Gaspacho à Moda de Serpa



Quando somos crianças sentimos dificuldade em gostar de alguns pratos e, muitas vezes, até nos recusamos a comê-los.
Porém, à medida que crescemos tornamo-nos mais abertos e, quando nos dispomos a experimentá-los, descobrimos com certa surpresa que afinal gostamos. Foi isto que me aconteceu com o Gaspacho! Em miúda nem podia ouvir falar em tal, só me apetecia fugir da mesa. Hoje, o que eu não dou por um Gaspacho! Quer seja o tradicional ou uma variante, adoro! Lembra-me a infância e a adolescência, os dias passados em casa dos meus avós, no Alentejo, e sabe-me a saudade!
A receita que apresento, sem cebola e com batata, é típica da região de Serpa. Comi-o muitas vezes com carapauzinhos fritos, tão bom! Era assim que se comia e ainda é assim que se come na minha casa.
Sopa+fria
Para 4 pessoas
5 tomates maduros
2 batatas cozidas
1/2 pimento verde
1/2 pepino
2 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre
Orégãos q.b.
Pão alentejano com 2 ou 3 dias (de preferência)
Sal fino
Sopa+fria
Sopa+Fria+do+Alentejo

Retire a pele e as sementes aos tomates e corte-os aos bocadinhos.
Retire as sementes ao pimento e corte-o aos bocadinhos.
Descasque o pepino e corte-o também em pedaços.
No copo misturador reduza-os a puré juntamente com as batatas, os alhos, o sal e o azeite.
Deite o puré num recipiente, adicione o vinagre e mexa bem.
Junte água fresca e, se gostar, umas pedrinhas de gelo, de modo a que consistência fique a seu gosto. Deve ficar grossinho.
Corte o pão aos quadradinhos com cerca de 1 cm.
Adicione o pão e envolva-o ligeiramente no puré.
Sirva polvilhado com orégãos. 
Sopa+fria+alentejana

Sugestão: Sirva como entrada ou então como prato principal acompanhado com peixe frito.
Bom apetite!